Uma banda foda que fala sobre coelhinhos.

O Fall of Efrafa foi uma banda sobre a qual eu tenho uma certeza: não é fácil de escutar. Talvez você diga que isso é um eufemismo para ruim. Eu digo que ruim é isso aqui e que o Fall of Efrafa era denso, atmosférico, pesado e putamente inovador dentro do underground. Se fosse dar algum rótulo, seria uma mistura de Sludge Crust violento com um Doom Metal bem cabuloso, há quem diga que é PostHardcore; tipo eles mesmos. A coisa é tensa o suficiente pra afastar as pessoas mais felizes num primeiro contato, ótimo na minha opinião.

Uma das coisas mais bem sacadas do Fall of Efrafa, no meu ponto de vista, é que todas as letras; toda a discografia; tudo que a banda já fez foi baseado num romance infanto juvenil mega famoso lá fora. O Watership Down do Richard Adams. Fazer  música baseada em livro é normal, fazer um álbun baseado num livro é tranquilo, basear uma discografia num só livro é mais complicado. A banda surgiu já com um projeto, fazer uma trilogia de álbuns todos baseados no romance e não muito mais que isso. Quando a trilogia estava feita a banda acabou, ponto. Muito foda! Espero que eles não estraguem o próprio projeto inventando de voltar e fazer shows de reunião pelo mundo afora.

Minha tradução semi google tradutor do “release” que resta no myspace deles é: “FALL OF EFRAFA (2005 – 2009) foi uma banda de Post Hardcore Atmosférica influenciada pelos conteúdos políticos e mitológicos do livro “Watership Down” de Richard Adams. Um projeto conceitual, uma trilogia de registros denominadas coletivamente como “The warren of Snares” – Owsla, Eilil e Inlé. A narrativa descreve uma sociedade numa era de ferro oprimida por um governo teocrático, morrendo nas mãos de uma ideologia ignorante, sua luta para superar ambas as repressões, mental e física, e para combater seu maior algoz, a invasão humana.

A banda fez sua última apresentação no sábado, dia 5 de Dezembro de 2009.”

Lindo isso, não?

Além do Owsla, Eilil e Inlé, a banda possui um split com o Down to Agony, dois EPs; ou coisa parecida; e um DVD sobre os últimos dias/meses do Fall of Efrafa. Recomendo todos eles, até os que eu nunca saquei.

Falando um pouco do livro, se você não já leu sobre o Watership Down ou mesmo leu o mesmo, é basicamente uma fábula moderna com coelhos. Apesar dos coelhinhos falantes, não vá achando que você vai ver algo feliz e bonito. Não é a pior desgraça que já se abateu sobre a face da terra, mas a decepção pode ser tremenda se você acha que vai ler algo feliz. O romance do Richard Adams já virou animação; tanto em um longa metragem quando em uma série. São dois longas, se não me engano, ou estão/estavam produzindo o segundo longa… algo assim. O livro nunca saiu em português pelo que eu sei. Quiser, pode dar uma olhada nas animações e pensar que isso na sua infância teria se tornado o livro da sua vida ou causado um trauma severo… o que dá quase no mesmo.

Colaria fáil num jantar de família com uma camisa da estampa do Inlé.

De brinde vai um rolé quase inteiro deles no Denovali Swingfest 2009, pouco antes da banda acabar.

Anúncios

One Comment on “Uma banda foda que fala sobre coelhinhos.”

  1. banda que eu tenho um carinho bem especial. Na verdade, essas bandas de post-metal, Sludge vem fazendo minha cabeça do início do ano pra cá. talvez por isso eu tenho cido considerado sinistro nas brincadeirinhas do facebook haha! Muito bom, mago!


Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s