A cidade é pequena para nós 2

Um tempinho desde que eu anunciei algum rolé por aqui, pois bem; vá pra esse, vai valer a pena. Nada mais atraente para uma noite de quinta feira, véspera de feriado, que um rolé com gente suja ouvindo barulheira alta bagaraio num pico infernoso qualquer. E ainda rola uma “campanhazinha” onde quem for de bike e chegar nas pressas leva um CD ai de brinds, super válido. Quem for ao rolé e não sacar muito do que pode rolar por lá se prepare pra ver um combo com algumas das bandas mais hypes do hardcore nordestino atuais, dizem ainda que talvez role rango vegan nesse rolé ai; além das clássicas banquinhas de coisas pra vender.

12048_429504767138429_1693072920_n

Anúncios

Meio obscuro, meio melódico, meio alguma coisa: Skin Like Iron

Surgida em 2006 em San Francisco, EUA, e com uma penca de lançamentos por uma penca de gente diferente nas costas, a Skin Like Iron vem chamando um bocado de atenção pela sua mistura de melodia com peso com velocidade com instigação com raiva e riffs bonitins e pegajosos. É um tipo de som que faz a pessoa se jogar do palco como se não houvesse chão e entrar no rolé pront@ pra perder 2 dentes. A banda é mais uma das que ficam na categoria “dark-melodic” ou algo do tipo, com letras indo meio que por ai; uma coisa deprê/nihilismo.

Uma pequena pausa para falar das capas dos trabalhos da Skin Like Iron. Putamerda, elas são foda! Você tem todo o clima “sou profundo” que as letras tentam passar, dai as capas trazem uma noção praticamente espiritual sobre o lance. Shoray. Elas me remetem ao universo à vida e tudo mais, talvez ainda mais que isso.

https://i2.wp.com/f0.bcbits.com/z/95/82/958208497-1.jpg

Há um bocadinho de tempo não rola alguma novidade sobre a banda e nem sei se ela ainda tá na ativa, mas vale mesmo assim dar uma sacada nos sons com “calma”. É mais que óbvio que rola de escutar pela internet um monte de sons deles e fazer download de outros tantos, o bandcamp da Skin Like Iron é quase um prato cheio. De bônus rola ainda esse show inteiro aqui, pra sacar sussa.

 


AmenRa Live x2

Os vídeos são bastante recentes, incluindo músicas do horrendo “Mass V“. Neles, dá pra ter uma noção mínima do quão absurda é a atmosfera criada numa apresentação da banda. Chega a ser cerca de  1:20h de peso, introspecção, ruindade, bad vibes e mais peso. Coloque o som no talo, apague as luzes, pegue aquela faquinha guardada na gaveta e vá se divertindo. A coisa mais parece trilha sonora pra filme de horror.

Abrace o desespero.


Wormrot live at O.E.F 2012 full rolé.

Vi esse vídeo um tempo atrás, quando o blog tava no limbo e tal, dai decidi lembrar da existência dele e soltar aqui… provavelmente uma galerinha já viu. Wormrot, diretamente da terra onde rola aquela piscina no topo do prédio; que a pessoa parece que vai cair e morrer, tocando pra meio mundo de pirado num dos festivais mais supimpas desse mundãozão.

Ps: onde compra um cavalo desses?


Warhammer “Agora, Now”.

https://i0.wp.com/3.bp.blogspot.com/-5tIBDOJ_taE/UHOQ4-jcdoI/AAAAAAAAHjQ/2Iqb3kLyfxA/s1600/Warhammer+em+Recife.jpg

 

Partiu!?!


Nesta noite viveremos só o agora.

A Tuna tá chegando aqui por Hellcífilis em sua NE Tour, muito foda. Se você sabe o que é rock do jeito certo, vai sacar o rolé quando for passar pela sua cidade… apenas isso. Ai, você nunca sacou o som da tuna? Dá uma sacada aqui que rola de fazer o download do álbun “O mudo mundo com a nossa voz”. Recomendo², só isso.
Ainda rolamnessa mesma noite:
Nark – TR00 Black Flag feelings e Bad Religion cVLT, som todo trampado no oldschool, pra você que também acha Green Day uma piada.
Eu o Declaro Meu Inimigo – Pura periculosidade musical e um dos nomes mais fodas já pensados, é pra sacar e nóiar alto.
Como Desistir? – 30% som bonitinho, 40% instigação 35% política 20% euforia 5% instrospecção e eu no baixo, pois nem só de desgraça se vive.
Projjetö Macabrö – Realidade da rua em preto, branco e gritaria raw crust from abismo… cara feia e mão de fogo. Sem mais.
Vai ser um rolé feliz… e raivoso, do jeito certo.

The Arson Project Live at Indonésia

Há alguns dias eu vi esse vídeo ai e até mostrei já prum monte de gente e muita gente que lê isso aqui já viu, piro² na The Arson Project e achei massa o fato deles estarem tocando num pico que não seja a Europa como sempre… mas vamos adiante com a negligência… Esse rolé foi na Indonésia (como está escrito ali em cima) e foi pertinho de onde mora o Toro, mas ele nem ficou sabendo disso porque nuca ouviu falar da banda, se você também não… tá na hora de dar um Up! ai na sua vida. Destaque para a sala lotada de clones… eu acho muito que esse rolé foi feito num laboratório de genética ou coisa assim.