S.O.S Pogo

S.O.S Pogo

S.O.S Pogo

Basicamente,  o local está passando por uns perrengues e esse rolé é pra levantar uma grana a fim de não fechar o pico; palco de tantos e tantos rolés pelos lados de Jampa. De quebras, você chega por lá e saca umas bandas supimpas… tipo a Dí Dí Déx.

Anúncios

Outra pedradinha from PB, Warcursed.

Tá ai, mais uma banda que eu vi/conheci por esses dias e gostei bagaraio. Vi no mesmo evento que rolou a Red Buthcer, da qual eu falei ontem mais uma pedradinha vinda dessas terras quentes do nordeste brasileiro. Só que essa é um pouco mais pra longe do litoral, a Warcursed é lá de Campina Grande. Para os amantes de sons na vibe Tonico e Tinoco, Augusto César e/ou Ataulfo Alves provavelmente deve ser uma porcaria. Já para os ouvidos acostumados a sons misantrópicos, provavelmente é uma boa pedida. O som é bem feito, todo redondo e preenchido. Isso é uma coisa melhor que ótima na minha opinião.

Não vou me ater a falar do som propriamente dito ou fazer um longe review da banda. É uma voz gultural semi compreensível despedaçando sua mente enquanto um trio de cordas leva para longe aquilo que você chama de calma, paz interior ou coisa similar, simultâneamente: todo o peso de uma bateria é descarregado sem piedade entre os riffs (leia-se: fui clichê e disse quase nada sobre a banda). Não é música para gente feliz, sem mais. Há solos de guitarra; cadência pesada; camisas pretas; momentos velozes e tudos os clichês componentes de uma boa banda de metal. Eles não inovam, não enchem o som com mega modernosidades e não serão a nova revolução do mundo musical, exatamente por isso a banda é muito boa. Na minha opinião, é coisa fina pra se ouvir tanto no inverno quanto no verão, as duas únicas estações do NE.

Fiquei quase triste por ter pirado tanto no show que vi, você pode ver um trecho dele logo mais na sequência, e não ter comprado o play deles, lançado recentemente por eu sei lá quem. Provavelmente irei pegá-lo na primeira oportunidade, recomendo o mesmo para você.  Ainda não parei pra sacar as letras da banda direito, nem qual é o rolé deles, e espero muito, muito mesmo não me decepcionar, mas por enquanto aposto e indico tranquilamente essa bagaça. Os caras ainda se preocupam em fazer um myspace bonito, enquanto todo mundo migra pro bandcamp, facebook, site próprio ou qualquer outra coisa; um bom material de divulgação; uma capa de CD bem feita e tudo mais, vou eu dizer que isso não marca ponto pros caras? Tá doido?

Bota uma camisa preta e bufenta ai e saca a pedradinha, na moral.


Gerk em Jampa.

Recentemente a Gerk deu um giro aqui pelo NE e fez um monte de amig@s shows fodas. Você deveria muito bem saber disso, dizer que este blog aqui ficou parado por muito tempo não é desculpa pra deixar de ser do rockdoido. Infelizmente no bendito show eu tava capotando de sono e acabei nem vendo o rolé inteiro, voltei lindamente pro meu lar. Vi boa parte do rolé e do que eu vi… foi lindeza pura, gritaria barulhenta incessante como a coisa tem que ser, ou até mais que isso.

Ai, dando um giro ali no quintal da minha casa em João Pessoa descubro que o rolé 97% inteiro da banda lá no santuário do rock invertido da praça Antenor Navarro tá nas internet… claaaaro que o bagulho ia ter que vir parar aqui. Nem ache que você vai ver o vídeo com a qualidade mais foda do mundo, mas este blog aqui não trata disso e sim de ser bacana e ponto. Siligue:

Repare na quantidade de gente lynda por metro quadrado.